Descrição Geral do Projeto

Conhecer suas raízes significa conhecer-se melhor.
O uso de línguas estrangeiras e novas tecnologias como veículos para transformar uma jornada interior em direção a uma força motriz para compartilhar é consistente com outras motivações básicas como o fortalecer do conhecimento linguístico e tecnológico. O processo de partilha promoverá um maior sentido de comunidade europeia entre os estudantes que, ao respeitar e fortalecer o conhecimento de suas raízes acabarão por ser estimulados a respeitar a cultura alheia e o seu território.


Grupo-alvo
  • 60 alunos do ensino secundário (15 por instituição);
  • 3 professores.

Objetivos

Os objetivos do projeto estão correlacionados com as motivações subjacentes, em particular, dizem respeito ao fortalecimento de habilidades-chave de cidadania, como:

  • o aprender a aprender (organizando o seu próprio método de estudo com base nas fontes disponíveis);
  • o design (desenvolver e implementar projetos que vão ao encontro da sua personalidade);
  • a comunicação na língua materna e na língua estrangeira (os projetos serão realizados em língua estrangeira);
  • a colaboração e participação (todos os trabalhos serão realizados em grupo adotando a metodologia de aprendizagem cooperativa e tutoria);
  • resolução de problemas (os participantes terão que escolher, com total autonomia, as melhores estratégias de comunicação e TI para produção do seu trabalho).

Resultados - Produtos

Os resultados concretos abrangerão aspectos práticos, tais como: o aumento da participação na vida social da comunidade estudantil (através da redescoberta e da valorização dos aspectos de valor do seu território, que constituem o substrato local da Cultura e valores europeus); maior sucesso no trabalho e no ambiente profissional, também por conta própria (através do fortalecimento de competências cada vez mais solicitadas no mercado de trabalho tais como as de caracter linguístico, tecnológico, resolução de problemas); fortalecimento do sentido de comunidade europeia entre as novas gerações que contrasta com os fortes impulsos isolacionistas de alguns países;

A abertura para o outro, também realizada através das oficinas de partilha dos documentos que permite, através da compreensão mútua, uma contaminação cultural comum; a inovação com a utilização de novas tecnologias para combinar maior participação ativa dos alunos com a redescoberta do passado e das raízes.

Elaboração de filmes que contam histórias da cultura e e aliam maquinação atual como smartfones, encenações com trajes que revisitam tradições com os olhos postos no futuro do artesanato ou do turismo são produtos tangíveis que mesmo assim nunca rivalizarão com as competências desenvolvidas.


Parceria
  • CENTRO DE ESTUDIOS FOTOGRÁFICOS DE CIUTAT SL, Espanha;
  • Specialized Secondary school of Natural Sciences and Maths ” Acad. Prof. Dr.Asen Zlatarov”, Bulgária;
  • EK KAVALAS, Grécia;
  • EPRALIMA_Escola Profissional do Alto Lima, Arcos de Valdevez, Portugal

Mais Informações

Privacy Preference Center