O contributo da EPRALIMA sobre o ECVET no Seminário Temático de 2019, em Bruxelas

Já está disponível o resumo alargado do Seminário Temático sobre o ECVET 'Ferramentas para a mobilidade do aluno VET', organizado pelo ECVET Secretariat, e no qual a EPRALIMA participou ativamente em representação de Portugal, a convite da Agência Nacional Erasmus+. O seminário foi realizado em Bruxelas, nos dias 03 e 04 de outubro de 2019, e reuniu 40 participantes de 22 países.

No Seminário intervieram três Comissários Europeus da Direção-Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, e dois Comissários Europeus da Direção-Geral para a Educação e a Cultura da Comissão Europeia, que fizeram a atualização das políticas Europeias em matéria de Ensino e Formação Profissional (EFP), resumiram os progressos na implementação do ECVET e do seu impacto na melhoria da experiência de mobilidade dos alunos, à luz de estudos recentes, bem como os desenvolvimentos alcançados pelos Estados-Membros no reconhecimento e validação de aprendizagens não formais e informais.

A EPRALIMA esteve representada pelo Eng.º Rui Vieito, Diretor da Escola, e pela Dr.ª Célia Nunes, Coordenadora da parceria Europeia do projeto ‘EURspace: European IVET Recognition Gateway’, financiado durante três anos pelo Erasmus+, para apresentar a plataforma digital e os vários recursos pedagógicos que foram concebidos, com vista a facilitar a implementação do ECVET.

O seminário centrou-se na discussão das lições aprendidas em dez anos de uso das ferramentas ECVET para a mobilidade de alunos do EFP, estando em análise o Contrato de Aprendizagem (LA), o Memorando de Entendimento (MoU) e alguns modelos de Transcrição Pessoal. De entre as discussões alimentadas, salienta-se a possibilidade de um fluxo de trabalho digitalizado para o Erasmus sem papel no EFP. Os resultados do seminário constituem valiosas contribuições para alimentar os desenvolvimentos em curso na DG EMPL sobre as ferramentas e os modelos de apoio à mobilidade para o novo programa Erasmus (a partir de 2021). Além disso, foram debatidos vários aspetos em torno da nova plataforma Europass, que ajudam a garantir que esta seja igualmente interessante para apoiar a mobilidade de alunos do Ensino e Formação Profissional e do Ensino Superior.

Nas atas dos trabalhos do seminário, os recursos digitais desenvolvidos no projeto EURspace são destacados enquanto uma boa prática, que “demonstra claramente o valor da tecnologia digital para ajudar a construir o conhecimento e a compreensão dos princípios fundamentais do ECVET, bem como a capacidade de fornecer futuros programas de mobilidade do EFP, representando este um primeiro passo em direção à confiança digital total, com foco em ferramentas e modelos, em vez da digitalização completa ao nível de sistema.”

Como o primeiro de dois exemplos de plataformas digitais para a mobilidade do EFP, foi apresentada a plataforma do Portal Europeu de Reconhecimento de Formação Profissional (EURspace), lançada em 2018, após três anos de financiamento Erasmus+ que envolveu oito parceiros de sete países europeus. Reconhecendo a importância do Ensino e Formação Profissional sem fronteiras e a contribuição das oportunidades de mobilidade no fornecimento de programas modernos de EFP, os parceiros trabalharam para desenvolver, testar e fornecer uma estrutura metodológica e uma plataforma digital para os profissionais de mobilidade no EFP. Metodologicamente, o EURspace trabalhou para fornecer uma série de diretrizes e ferramentas através das quais o entendimento teórico e a implementação prática de futuros programas de mobilidade podem ser aprimorados. A plataforma digital resultante, fornece guias orientadores, nos quais o ECVET e os seus princípios são introduzidos de forma prática ao público-alvo principal (alunos; profissionais), bem como disponibiliza um conjunto de recursos pedagógicos, dirigidos aos atores envolvidos na definição, agrupamento e gestão dos resultados da aprendizagem, como parte integrante de um programa de mobilidade, assim como os processos centrados em facilitar o reconhecimento das aprendizagens. O conceito de matriz de correspondência também foi introduzido como um meio para identificar e mapear os resultados da aprendizagem em diferentes programas e qualificações. Esta plataforma permite o registo das organizações com a opção de registo completo para facilitar futuros intercâmbios.

O Relatório Resumo deste Seminário Temático, pelo ECVET Secretariat, está disponível através do link: http://www.ecvet-secretariat.eu/en/system/files/documents/3992/ecvet-thematic-seminar-tools-vet-learner-mobility-flash-report.pdf.

Online

We have 37 guests and no members online

Registo | Documentação

O acesso à documentação é feito através do pin e password.