Campanha de sensibilização: “Isto não faz o meu género….isto sim…!”

A Epralima, em parceria com a Kerigma, encontra-se a implementar um curso de formação de formadores/as para a obtenção da especialização em igualdade de género. No âmbito deste projeto, no módulo IV: “ Metodologias de formação em igualdade e sugestões de operacionalização” foi proposta, em sessão, a realização de uma campanha de sensibilização para a promoção da igualdade de género.

As formandas desenvolveram um trabalho que pretende alertar para a discriminação de género encontrada na publicidade, nomeadamente nos catálogos de natal de algumas das grandes superfícies de venda ao público.

Deste modo, o grupo de trabalho entendeu chamar a atenção para os estereótipos que se evidenciam nomeadamente nas tarefas da vida adulta em que há a clara atribuição de determinados papéis sociais para as mulheres e para homens.

Um brinquedo não é um objeto neutro: é um veículo de simulação e de aprendizagem da vida adulta, encaminha os comportamentos e as práticas sociais e culturais, define lugares na comunidade e na família e tudo isto deve ser considerado no momento da sua escolha. 

“ Acredita-se que os brinquedos oferecidos às meninas (conjuntos de panelas e tachos, bonecas e bonecos, eletrodomésticos em miniatura, estojos de cabeleireira, kits de maquilhagem, etc.), uma vez que têm uma finalidade habitualmente prevista, fomentam nelas uma menor criatividade do que os brinquedos oferecidos aos rapazes (pistas de carros, legos, construções, bolas, transportes em miniatura, etc.). Os segundos, pelo facto de não terem uma utilidade tão pré-definida, tendem a ser mais fomentadores da criatividade e inclusive de uma maior ocupação do espaço circundante. Esta desigualdade na estimulação cognitiva despoletada pelos brinquedos poderá refletir-se, mais tarde, de forma diferente em ambos os sexos, em aspetos tão diversos como a capacidade de resolução de problemas, a apetência para enfrentar desafios, a autoconfiança para a exploração autónoma do espaço, etc.” Jeanne Block*, 1984.

* Psicóloga e investigadora americana sobre a formação e consolidação da identidade de género nos primeiros anos de vida.

O grupo de formação do curso de formação de formadores para a obtenção da especialização em igualdade de género.Kerigma-Dez/2017    

Online

We have 16 guests and no members online

Registo | Documentação

O acesso à documentação é feito através do pin e password.