Gerações de Talento - Epralima

Gabriel Magalhães – Trabalha na SERILUSA Decorações Plásticas Lda., onde é responsável de produção. Frequentou ocurso Profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Comando, na Epralima.Começou com o primeiro estágio na SARRELIBER no departamento de injeção, inicialmente seriam 3 semanas de estágio, mas foi-lhe pedido que ficasse mais 3 meses. No final do estágio disseram-lhe que no ano seguinte poderia voltar para ficar a trabalhar. Durante o último ano do curso não pensou em mais nada, para além do projeto final do curso a PAP (Prova de Aptidão Profissional), tinha um objetivo maior, que era trabalhar na área da indústria numa grande empresa.Já dentro da empresa (SARRELIBER), foi desenvolvendo diversas competências, nomeadamente, a programar máquinas de injeção e periféricos.Ao final de 5 anos, tomou a decisão de mudar, mas sem nunca esquecer os princípios que lhe passaram na SARRELIBER, que foi uma segunda escola para ele, refere.

Depois da decisão só havia um rumo, começar tudo de novo, conta que foi um grande impacto passar de uma empresa em que estava bem, para uma empresa em que estava a dar os primeiros passos, o que se revelou muito enriquecedor para o seu percurso, “foi e é deveras o maior desafio da minha vida, nunca pensei que fosse tão vantajoso para mim” refere. Atualmente a laborar na SERILUSA Decorações Plásticas Lda., em Lanheses, Viana do Castelo, como responsável de produção, considera-se uma pessoa humilde e determinada. Está grato pelas oportunidades que lhe proporcionaram, tem um ótimo relacionamento com os colegas de trabalho e com os seus superiores hierárquicos, levando na bagagem algumas amizades para a vida.

“Nunca deixei de ser quem sou por ter um cargo que tenho hoje, levo muito em conta a oportunidade que me deram e luto por ela todos os dias, a determinação é fundamental.”

É de certeza Gabriel! Continua determinado no teu percurso! Parabéns!

Qual o momento mais marcante que tiveste na Epralima?
“Como momento alto na EPRALIMA seleciono o estágio internacional na Roménia e não pela experiência de estar um mês fora do país, mas sim como uma experiência de valores, hoje olho para trás e penso nunca teria ficado aborrecido por me colocarem em frente a uma secretária a criar uma base de dados, até porque se nos destinam um trabalho, a nossa função é fazê-lo bem e com dedicação.”

Como defines a Epralima?
“A EPRALIMA defino-a como uma escola de futuro onde podemos aprender acima de tudo, valores para a vida!”

Online

We have 35 guests and no members online

Registo | Documentação

O acesso à documentação é feito através do pin e password.